Noite de Lua Nova

Caem as estrelas, ao som do tambor.

Uma a uma.

E sobre as águas elas dançam
de mãos dadas, sem pressa.

Enquanto o céu se desfaz em branco.

Uma a uma.

Os chifres acordam os seres da selva
que abrem passagem para as dançarinas.

Pintando as folhas alvas.

Uma a uma.

Elas correm pelos troncos,
elas colhem as flores.

Chamando a Lua a terra, elas cantam.

Uma a uma.

Então ela desce, banhada em branco,
e dança, até a alvorada raiar.

E elas voltam para o céu.

Uma a uma.

Até que não há mais nenhuma em terra,
e o sonho se desfaz.

Um a um.

Anúncios

Um pensamento sobre “Noite de Lua Nova

  1. Se estao no ceu ou se ja voutaram nao tenho certesa
    so sei que a onde tiverem elas ainda danção ….

    Foi um lindo poema … um belo sonho, e umas doce historia…

    ps: ainda fico supresa com sua capacidade de mim lervar pra longe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s